domingo, maio 30, 2010

Perdas e ganhos ou nem perdas nem ganhos.

Ela não o amava nem era apaixonada,
mas se davam bem, divertiam-se juntos e
isso para ela é muito mais importante.
Porque amor que dói é preciso deixar seguir.
Algumas vezes ele a fazia sofrer. Era por que
sua sensibilidade era maior que a dele.
Para ela é preciso cuidado com os sentimentos do outro.
Para ele verdade tem que ser dita mesmo que não acrescente nada ao outro.
O tempo passava e isso não parecia ser algo que os impedissem de seguir juntos
e até quem sabe aprofundar ainda mais a relação.
O que ela ingenuamente não sabia ou não percebia era que ele
estava pretendendo deixá-la já há seis meses.
Hoje ela se pergunta por que é tão crente nas pessoas,
por que nunca pensa que elas estão sempre tentando fazer com que ela
faça o que a estas gentes é difícil fazer.
Pois não é que num belo dia depois de dias nada belos (pela dúvida do porquê da ausência, da falta de comunicação) num telefonema no qual ela insistira em que falta de tempo, muito trabalho, estudo não são motivos para uma relação esfriar e foi assim que friamente ele disse que precisava repensar aquela relação, que sua vida estava mudando... Ela o interrompeu e disse: Tá bom, acabou. Tchau.
E foi assim que mais uma vez ela está só, mas não infeliz.

Grande beijo, uma semana de amor, paz e consideração para todos nós.

7 comentários:

Valdeir Almeida disse...

Tem tudo a ver com o ditado "Antes só do que mal acompanhado". Estar com outra pessoa só para não estar fisicamente só, é uma violência contra si mesmo.

Beijo, Vanna, e ótima semana pra você.

Francine Ribeiro disse...

Vanna,
sim, estou sem tempo (e sem inspiração por esses dias, talvez, justamente pela falta de tempo..).
Mas fiquei mto feliz com sua mensagem.
ótima semana pra vc!

Quanto ao texto, é a vida. Nem sempre temos controle das nossas ações, nem sempre tomamos decisões porque elas foram nossa escolha. Mas muitas vezes o que, num primeiro momento pode parecer uma perda, depois se apresenta com grande conquista!

abraços

EXAGERADO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
EXAGERADO disse...

Oi,linda
Esse corazãozinho sofrido é o seu?
Bem,se eu,um pobre exagerado na vida e no amor,posso ajudar,só posso lembrar-lhe:
"Ninguém merece que outro a faça infeliz;e quem merece jamais o fará"
E eu tenho certeza que uma pessoa como vc,meiga e sensível ainda encontrará a pessoa certa.
Fique na Paz!E mande e-mail,quando precisar!
Bjus

paula barros disse...

Interessante que se ele falava tanto a verdade porque não disse logo, não é mesmo? Ou será que ela não queria ver, nem ouvir?

beijo

Antonio disse...

querida:
às vezes a vida dá sinais...talvez ela tenha os tenha visto,talvez não.mas o seu horizonte é infinito e ela sabe .sabe que precisa seguir em frente e que a tristeza é como um pássaro,como diz um provérbio chines:a tristeza pode voar sobre a sua cabeça,mas nunca a deixe fazer um ninho. ..um beijo saudoso

Lenny disse...

Oi amiga estava pensando q como os homens são iguais só mudam d endereço.Parece até o q estou vivendo. O jeito é confiar no tempo.Cicatrizar e seguir em frente. Beijokass