quinta-feira, dezembro 08, 2005

CONIVÊNCIA
Atualmente, as informações circulam de forma livre e célere.
Por conseqüência, é possível ter uma noção de conjunto dos valores e hábitos da humanidade.
Certas ocorrências repetem-se com tanta freqüência, nos mais diversos locais e ambientes, que chamam a atenção.
E a observação do que ocorre no mundo por vezes causa estarrecimento.
Uma das coisas que impressiona é a audácia das pessoas desonestas.
Elas parecem ter uma habilidade incomum para colocar-se nas posições mais relevantes. Na política, na educação, nos meios jurídico e empresarial, a imprensa não cessa de apontar focos de corrupção e desonestidade.
Já é bastante ruim haver tantas pessoas desleais. Mas o que causa estupefação é como elas assumem facilmente posições de liderança.
Ninguém consegue disfarçar sua essência por muito tempo. Quem não possui um nível ético satisfatório evidencia isso em inúmeras oportunidades.
Ninguém se corrompe de repente. Uma pessoa genuinamente honesta não acorda um dia disposta a apoderar-se do que não lhe pertence.
O ser humano revela suas mazelas morais ao longo do tempo. Sendo assim, como é possível que seres viciosos tornem-se tão influentes?
Em todo e qualquer ambiente, há homens íntegros e inteligentes. Por que esses não agem, para obstar a influência perniciosa? À primeira vista, parece pouco caridoso evidenciar os vícios de um semelhante, para limitar sua ascensão.
Ocorre que a caridade não possui como bandeira a ingenuidade e a conivência. Constitui equívoco imaginar que o homem bondoso deve ser tolo e falho de percepção.
A criatura íntegra e generosa procura ser um fator de progresso e bem-estar no mundo. Mas age com critério e discernimento, não de forma piegas. Nessa delicada questão, importa considerar o móvel da ação e quanto bem ela pode produzir. Certamente é condenável divulgar os defeitos do próximo por malevolência, com o fito de denegri-lo. Mas também é censurável prestigiar a comodidade de um único ser, em detrimento de inúmeros outros.
A corrupção que atinge um ambiente prejudica a todos os que se vinculam a ele. O dinheiro público surrupiado por alguns faz falta na construção de hospitais e escolas.
O desfalque realizado em uma empresa talvez seja a causa de sua falência.
Trata-se da vantagem desonesta de uma pessoa causando a penúria de muitas outras. A compaixão não justifica a inércia perante esse tipo de situação. Nada há de louvável em assistir-se silenciosamente a atos desonestos que prejudicam o meio social.
Na verdade, a timidez e a acomodação dos homens íntegros favorece a preponderância dos desonestos. Grande parcela de culpa pela corrupção que grassa no mundo se deve às pessoas honestas. Caso estas desejassem, preponderariam.
Quando o vício for combatido, sem ódio, mas firmemente, ele encontrará pouco espaço para proliferar.
É preciso ter compaixão pelo delinqüente, mas jamais compactuar com seus atos.
Assuma, pois, sua responsabilidade perante o mundo em que você vive. Por timidez ou preguiça de desempenhar tarefas e ocupar postos, não permita que eles caiam em mãos indignas.
A título de ostentar virtude, não simule ignorância e nem seja conivente.
Pense nisso!
Equipe de Redação do Momento Espírita.

12 comentários:

Anônimo disse...

Aeeeeeeee
Fui teu primeiro "cliente" kkkk
Querida como já tá tarde não li o texto todo mais até onde li tb concordo q por não querermos assusmir compromisso e ficar no maior bunda le le é q deixamos o país e tudo mais nas mãos dos mais "espetos"
Grande beijo querida.
Desculpa não ter te ligado mais, é q to só na correria.
Beijocona. FUI

Patty disse...

Vanna
Bem vinda ao blogspot,espero q goste.

Depois volto pra ler o texto pq agora, é rapindinho...rs

Um beijo

Claudio Roberto disse...

Com certeza quando as pessoas não se preocupam com o erro alheio, é porque esse erro não interfere nelas... É uma espécie de não é comigo, foda-se

Márcia(clarinha) disse...

uau!!!
casa novinha,cheirando a tinta!!!!
boa sorte por aqui vizinha,se quiser açucar pode bater ali em casa,rsssss
muito bom texto de reflexão[como todos que posta].
lindo dia minha querida!!
beijossssssssssss

Khalil Gibran disse...

Lindo, lindo texto inteligente e perspicaz! Muito boa sorte no seu novo blog. Sabe, eu acho que as cores do blogsspot são mais vivas e nítidas e as letras também... Eu acho que um dia ainda vou sair do uol e ir para o blogspot...
Um beijo na minha mais assídua, aberta, verdadeira e sincera comentadora!
Com muito carinho e desejando muito amor real na sua vida termino meu comentário!
beijos,
Paulo

Wilian disse...

Oi Vanna, tudo bem? Q legal q vc esteja de casa nova. Mudanças fazem bem. O blogspot já foi minha casa, mas decidi mudar p/uol pq queria dar uma renovada geral na minha vida e isso incluía mudar o provedor do blog. Desejo q vc tenha muito sucesso nesse novo ambiente. Vou alterar o link e certamente continuarei te visitando c/freqüência.
Beijão e ótimo fim de semana a vc.

Touché disse...

Realmente, a desonestidade existe porque a honestidade se cala.Nós temos a liberdade de escolher.Ser honesto não é fácil nesse mundo onde as facilidades são para os desonestos. Não é fácil ter ética e moral.Mas não é impossível.
Boa sorte em tua casa nova,sinto não ter trazido um presentinho.
Beijo carinhoso

Sayô disse...

Boa Sorte na casa nova.Otimo texto o q nos trouxe! Beijos

Anônimo disse...

Olá...
Ficou muito legal seu novo blog...
Já coloquei nos meus favoritos.
Beijos,
beto.

Anônimo disse...

Olá...
Acho a imprensa meio suspeita prá falar de corrupção e desonestidade, principalmente a parte que cabe à Globo.
Todo mundo sabe que o Roberto Marinho se fêz às custas de corrupção com todos os políticos e presidentes que ele ajudou a por no cargo, tudo em troca de "favores", estes que estamos "colhendo" até hoje.
Nunca se viu nada de "anormal" envolvendo algum jornalista. Será que são todos "santos" ? Nunca acreditei numa linha de jornal ou num noticiário em que o editor chefe, não diga -"Isso não vai dar prá noticiar, pois os "home" lá de cima, virão de pau em cima de mim".
Essa é minha opinião. Se a imprensa não fosse tão desonesta, talvés não houvesse mais corrupção.
Beijos,
beto.

Anônimo disse...

Casa nova heim legal. Obrigada pelas mensagens de feliz niver, adorei o cartão.
Jesus disse que melhor é entrar pela porta estreita mas poucos a procuram, larga é a porta que conduz ao inferno. Sou honesta sempre, destesto mentira, trapaças e qualquer coisa que não seja legal, talvez eu não tenha tudo que amo mas com certeza amo tudo que tenho e o pouco que tenho já dá pra ser feliz e não correr o risco de ir pro inferno rsrs. Beijos e uma boa semana.
Fatima (marfa.blog.aol.com.br)

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,