segunda-feira, agosto 04, 2008

Hoje quis ficar caladinha.

Canção do dia de sempre

Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas...
Mário Quintana


Grande beijo, que tenhamos todos uma linda, abençoada, produtiva e divertida semana.

4 comentários:

Cláudia Gonçalves disse...

Vanna!!!!!!!!!!
Mario Quintana é sempre único né!

Dei a partida no Canto de prosear. Me dê seu email para eu te incluir como autora.

Bjo.

Claudio disse...

Também gosto muito do poeta gaúcho.
E ficar caladinha, às vezes, támbém é bom.
Mesmo calada a boca resta a cuca.
Bjs e um ótimo dia, minha amiga.

Anônimo disse...

Olá...
Estou aos poucos retomando tempo aqui no banco e entre uma brecha e outra, leio sua página.
Boa semana.
bjs.

Vanna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.