quinta-feira, novembro 12, 2009

Ausência forçada

SONHOS PERDIDOS E ESQUECIDOS

Os dias de sol brilhantes não trouxeram brilho à alma.
É o sol que não encanta mais ou seu coração que perdeu o poder de admiração?
A grande chuva não lavou suas dores e o apagão mostrou a escuridão de seu ser.
Ela se perdeu, ela está perdida e nem sabe onde e como se encontrar.
Não se sabe nem se encontrar-se é possível ou é a solução
já que viver virou instinto, deixou de ser vontade.
Ela não é veneno para si mas não é também o que salva.
Ela se esqueceu de como é ou não se lembra mais como é sorrir um sorriso bobo,
verte apenas lágrimas doloridas, lágrimas de perdas e danos.
Perdeu a si, perdeu o que não tinha, perdeu o que queria e hoje o que tem não lhe pertence e ela já não sabe como ter.
Virar a esquina ou dar de cara no muro é o mesmo lado de uma moeda sem valor e não seguir, ficar onde está, correr sem parar, nada parece ajudá-la a chegar.


Amigos, as visitas talvez não sejam possíveis pois meu computador entrou em pane e provavelmente eu demore para ressussitá-lo mas sendo possível farei com prazer pois lê-los é confortante.
Grande abraço e um cheio de vida final de semana.

4 comentários:

Silvana Nunes .'. disse...

Navegando pela grande rede sem rumo com a intenção de divulgar o meu blog, cheguei até você e gostei do que vi, tanto que pretendo voltar mais vezes.
No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da tela do computador está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar cuidado. Em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura, da reflexão e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam. Pois o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos é o afeto e uma boa educação. Isso faz com que ela acredite na própria capacidade, seja feliz e tenha um preparo melhor para lidar com as dificuldades da vida. Nós professores temos a faca e o queijo na mão, temos conteúdo para isso. Dá trabalho sim, mas nada paga a sensação do dever cumprido, faz bem para a alma. VAMOS TODOS JUNTOS PELA EDUCAÇÃO NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR ! SIM, NÓS PODEMOS.
Se gostar da minha proposta, siga-me.
Peço que ao responder deixar sempre o link do blog, pois às vezes a mensagem entram com o link desabilitado ou como anônimo. Por causa disso fico sem ter como responder as pessoas.Os meus comentários também entram via e-mail, pois nem sempre a minha conexão me permite abrir as páginas: moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, creio que mais alto que as antenas, com isso a minha dificuldade de sinal do 3G. Espero que entenda quando não puder responder. O único barulho que escuto aqui é o som dos pássaros, grilos, micos...
Por hoje fico por aqui, Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !

Antonio disse...

toda ausência é saudosa, forçada ou não..te desejo tudo de bom e espero que tudo se resolva logo..beijos

Vivian disse...

...bem sei como é triste
ficar sem o computador,
este amigo cúmplice,
silencioso que tanto
nos ajuda a cruzar mares
apenas com um toque de mouse.

gostei daqui...

deixo beijos...

Claudio disse...

Minha amiga.
Há tempo tenho percebido que os temas aqui abordados estão com um astral bem down. Acho que está na hora de trazer aquele humor, aquela ironia e aquela inquietação que conheci.
Um beijo e uma quinta-feira cheia de alegrias.