sexta-feira, maio 23, 2008

Saber o que se quer é fundamental

Diferença de necessidades
"O que transforma nossa vida amorosa num melodrama é a diferença de necessidades. Aí não há casal que encontre seu ponto de apoio, seu eixo e seu futuro.
Um quer compromisso sério; para o outro, amar já é sério o suficiente. Um quer filhos, o outro nem em sonhos. Um quer uma casinha no meio do mato, o outro é curioso, precisa de infomação, cinema, teatro, gente. Um valoriza a transa antes de tudo, o outro acha que conversar é importante também. Ao menos os dois gostam de dançar.
Um quer se sentir o centro do universo,o outro quer inclui-lo no seu amplo universo. Um quer fugir da solidão, o outro aceita a solidão. Um não quer falar de suas dores, o outro pergunta demais. Um briga por amor, o outro silencia por amor. Os dois se amam, isso não se discute.
Um não precisa conhecer o mundo, o outro traz o mundo em i. Um é romântico para disfarçar a brutalidade, o outro é doce para despistar a secura. Um quer de tudo, o outro se contenta com o mínimo essencial. Nenhum dos dois liga pra dinheiro, mas o dinheiro quase sempre está no bolso de quem viveu mais. Um fica inseguro, o outro diz que nada disso importa, mas claro que importa.
Um quer que lhe dêem atenção 24 horas, o outro precisa que o esqueçam por uns instantes. Um quer aproveitar cada réstia de sol, o outro gostaria de dormir um pouco mais. Um gostaria de saber o que não sabe, o outro gostaria de desaprender metade do que a vida lhe ensinou. Um precisa berrar, o outro chora.
Umn quer ir embora e, ao mesmo tempo, não. O outro quer liberdade, mas a dois.
Então um se vai e deita em todas as camas, sofrendo. E o outro mergulha sozinho na dor, sobrevivendo."
Trecho de uma crônica da Martha Medeiros que gosto muito de ler.

Acredito muito no que ela diz pois a afirmação de que os opostos se atraem pode funcionar na física, nas relações humana há que se ter pontos que converjam. Mesmo que hajam diferenças e é bom que haja, elas não podem ser motivos para tristeza e dor.
Grande beijo, que tenhamos todos um ótimo fim de semana e uma nova semana iluminada, produtiva e divertida.
Uma música que ilustra muito bem esta situação.

Meu catavento tem dentro o que há do lado de fora
Do teu girassol
Entre o escancaro e o contido,
Eu te pedi sustenido
E você riu bemol
Você só pensa no espaço,
Eu exigi duração
Eu sou um gato de subúrbio,
Você é litorânea

Quando eu respeito os sinais vejo você de patins
Vindo na contramão
Mas quando ataco de macho,
Você se faz de capacho
E não quer confusão
Nenhum dos dois se entregam,
Nós não ouvimos conselho
Eu sou você que se vai
No sumidouro do espelho
Eu sou você que se vai
No sumidouro do espelho

Eu sou do Engenho de Dentro e você vive
No vento do Arpoador
Eu tenho um jeito arredio e você é expansiva,
O inseto e a flor
Um torce pra Mia Farrow,
O outro é Woody Allen
Quando assovio uma seresta
Você dança havaiana

Eu vou de tênis e jeans,
Encontro você demais,
Scarpin,
Soiré
Quando o pau quebra na esquina,
Cê ataca de fina e me ofende em inglês
É fuck you, bate bronha
E ninguém mete o bedelho
Você sou eu que me vou
No sumidouro do espelho
Eu sou você que se vai
No sumidouro do espelho

A paz é feita num motel de alma lavada e passada
Pra descobrir logo depois que não serviu pra nada
Nos dias de carnaval
Aumentam os desenganos
Você vai pra Parati e eu pro Cacique de Ramos

Meu catavento tem dentro
O vento escancarado do Arpoador
Teu girassol tem de fora o escondido do Engenho
De Dentro da flor
Eu sinto muita saudade,
Você é contemporânea
Eu penso em tudo quanto faço,
Você é tão espontânea

Sei que um depende do outro só pra ser diferente,
Pra se completar
Sei que um se afasta do outro, No sufoco,
Somente pra se aproximar
Cê tem um jeito verde de ser
E eu sou meio vermelho
Mas os dois juntos se vão
No sumidouro do espelho
Eu sou você que se vai
No sumidouro do espelho

Mas os dois juntos se vão

Mas os dois juntos se vão

10 comentários:

Marisa disse...

Olá
Navegando por aí fui clicando aqui e ali e vim parar no seu Blog...
Gostei muito do seus textos...e adoro Marta Medeiros...Parabéns!
Sou blogueira nova e espero sua visita.

Cláudia Gonçalves disse...

Vanna,
que texto verdadeiro. Me vi nele (menos o final, deitamos na mesma cama!)

Me chamou a atençao seus interesses: Familia, amigos, vida simples e PAZ. É o resumo exato do que precisamos para sermos felizes. Eu acrescento no meu a FÉ, sem a qual tudo seria muito mais complicado.

Bjo, Claudia
Ah! Dá pra me linkar?

Anônimo disse...

Olá...
Os textos que vc apresenta são sempre oportunos, mas a sua interpretação é que deixa tudo mais belo.
Todo casal passa por isso um dia, com certeza.
Ótimo final de semana,
Bjss

Bonequinha de Louça disse...

Olá
Mais um blog legal ....
Texto muito bom e comentário tb..

Vou linkar ,posso?

Denis Barbosa Cacique disse...

Olá, Vanna.
Não conheço a Martha Medeiros, mas adorei a crônica. E concordo com vc, é preciso ter alguns pontos de convergência para q um casal dê certo. Esse negócio de "os opostos se atraem" é papo furado!
Bjocas
Denis

Bonequinha de Luxo disse...

Vanna
Antes que vc me linke,quero dizer que troquei o nome do meu Blog...
Fiz um post explicando porquê...
Beijos

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,linda

Quem disse que eu aguento ficar fora da blogosfera? kkkkk
Estou neste novo endereço...

Beijão

Lino disse...

Amo a música, que ouço com a Leila Pinheiro, mas nunca soube quem a compôs. Você sabe?

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Douce la vie! disse...

Nossa adorei.... Martha Medeiros é maravilhosa ....
Música perfeita!!!!